terça-feira, 29 de novembro de 2011

SAUDADE E SOLIDÃO



imagem google

SAUDADE E SOLIDÃO

A saudade e a solidão,
navalhas afiadas que ferem o coração...
A lua altaneira vagueia no céu escuro,
seus raios invadem o quarto, junto com a brisa,
sopro de um anjo...que tenta atenuar tamanha tristeza.
E vou transformando em palavras, sentimentos que teimam
em escorrer pelos olhos, como cascatas infinitas...
Oh! Deusa, que tanto fascina!
Tire a tristeza do peito de sua menina!
Já que não podes abençoar tal união...
Atenue o gosto de sal, deste mar imenso que fluiu dos meus olhos.
Acalente minha alma, que de tão perdida, precisa de calma...
A saudade dói!
No peito a ferida corrói e sangra.
Que o Pai Tempo me abrace e sossegue meu coração,
que tão teimoso, embarcou nesta paixão.


Kira, Penha Gonçales


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sentimentos... lirismos, verdades da Alma e coração.

ESCRITOR, PARABÉNS PELO SEU DIA!

foto de Penha ESCRITOR, PARABÉNS PELO SEU DIA! Me levas a viagens desconhecidas Traz conhecimento para minha vida Na lua já estive N...