terça-feira, 4 de maio de 2010

POR QUE... POR QUES...




imagem google


POR QUE... POR QUES...

Por quê?
Muitas vêzes está palavra pequena nos persegue...
Não entendemos qual o motivo do Universo em deixar acontecer certas coisas.
O que aconteceu entre voce e eu é um exemplo.
Voce queria, eu queria e começamos algo que não terminamos e nunca terminaremos.
Então entra o primeiro “ por que”.
Eu sempre tão centrada...
Amiga, compreensiva, brincalhona, palhaça...mas centrada.
Sem nunca antes ter me deixado levar pela emoção, pelo desejo desenfreado, pela não coerência.
Ai eu pergunto o “por que” tinha que ter a primeira vez?
Bem... serviu de lição!
Isto é fato.
Mas ficou uma tristeza no fundo da Alma... que eu nem sei por quê.
Pai Tempo é amigo.
Faz tudo passar rápido e tudo cura.
Leva os “por quês” não respondidos para uma dimensão longiqua.
Não entendo muita coisa da minha vida...
O Ahmed... não devo aceitar um carro, não devo aceitar ajuda finaceira, mas o amor dele... sobre este eu não tenho controle e nem poder.
É ótimo sentir-se amada e desejada por um homem tão lindo, tão jovem... mas não é justo para com ele.
Mais um por que...
Então...digo: Não! E pergunto: por que não posso ser feliz...
É justo?
Não sei, mas um dia me disseram que a vida não é justa.
No que eu discordo. Pois a vida é sempre justa. Mesmo que não a compreendamos. Meu sentir me fala isto.
Quanto aquele “voce” do início desta história... está sendo colocado de lado, neste momento, no seu devido lugar: fora da minha vida! Lugar onde não deveria eu tê-lo deixado entrar...
Por que?
Meu sentir dita as regras e está me dizendo para fazê-lo.
O “por que” ele ( o meu sentir) sabe... embora não me diga, mas sei que é para que eu não sofra mais...
O resto? Deixo com o Pai Tempo!


Kira, Penha Gonçales



p.s.: Qualquer semelhança... com seres veridicos é pura fantasia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sentimentos... lirismos, verdades da Alma e coração.

ESCRITOR, PARABÉNS PELO SEU DIA!

foto de Penha ESCRITOR, PARABÉNS PELO SEU DIA! Me levas a viagens desconhecidas Traz conhecimento para minha vida Na lua já estive N...